Notícias

09
Out/19

LEM: Moradores questionam veculos abanonados ao lado da RETRAN

Em nota prefeitura diz que veculos iro leilo













Uma situação tem chamado atenção de quem passa próximo a um cercado ao lado da RETRAN, localizada no cruzamento da Rua Paraíba com a Avenida Barreiras, no centro da cidade de LEM. Cerca de 12 veículos, entre carros e motos e até ambulância da prefeitura de Luís Eduardo Magalhães estão abandonados.

Alguns desses veículos aparentam estar com problemas mecânicos e avarias, já outros estão com os vidros abertos tomando sol e chuva. Os cidadãos que todos os dias precisam ir até a RETRAN, ou que simplesmente estão passando pela rua, querem saber o porquê do abandono desses veículos que deveriam estar atendendo a alguma secretaria.

Um exemplo disso é o veículo da secretaria de saúde, de educação e vigilância sanitária que estão parados no local.

Em contato com a prefeitura, a redação do Blog do Sigi Vilares recebeu a seguinte nota:

A comissão de avaliação da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães, representada pelos servidores Marciano Antônio Pauletti, secretário municipal de Infraestrutura; Jorge Luiz Oliveira Carneiro, gerente de Logística e Manutenção e Wanderson dos Santos Santana, agente municipal de Trânsito, vem por meio deste presente comunicado, informar que os veículos estacionados no pátio ao lado do prédio da Secretaria de Trabalho e Assistência Social, localizado no cruzamento da avenida Barreiras com a rua Paraíba, no Centro da cidade, estão em processo de leilão e estarão disponíveis para visitação pública aos interessados em adquiri-los nos próximos dias.

A gestão municipal reforça ainda, que os referidos veículos, entre eles carros, motos e ambulância, foram estacionados neste local com o objetivo de facilitar o acesso dos interessados que participarão do leilão. Por fim, a prefeitura de Luís Eduardo Magalhães esclarece para a população e para a imprensa local, que os veículos não foram abandonados, mas sim estão aguardando os trâmites legais para a realização do leilão.

Fonte:Reportagem de Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades