Notícias

07
Nov/13

Pesquisa de origem e destino da movimentao de cargas e de pessoas passa por Barreiras


A EPL contou com o apoio da PRF

A Empresa de Planejamento e Logística S/A - EPL - do governo federal tem por finalidade estruturar e qualificar, por meio de estudos e pesquisas, o processo de planejamento integrado de logística no país. Interligando assim rodovias, ferrovias, portos, aeroportos e hidrovias no Brasil.

Nesta quinta-feira, 07, a EPL iniciou a primeira etapa, que perdura por cerca de um mês, da pesquisa de origem e destino sobre a movimentação de cargas e de pessoas em 200 postos instalados em rodovias do País. Inclusive no posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Barreiras, para realizar a pesquisa regional. Após a análise dos primeiros dados, o levantamento será retomado em março de 2014 e a terceira e última etapa ocorrerá em agosto de 2014.

A pesquisa terá cerca de dois mil entrevistadores em todo o país e contará sempre com o apoio da PRF, como foi o caso em Barreiras.


Os agentes da EPL  em ação

O levantamento tem como objetivo obter informações sobre a origem e destino das viagens feitas por usuários dos veículos de carga e passeio nas rodovias brasileiras. Essas estatísticas contribuirão para a elaboração de um plano nacional de logística integrada, onde posteriormente será feito um estudo completo que identificará os gargalos da infraestrutura para a movimentação de passageiros e cargas, propondo soluções para um melhor transporte.

Em Barreiras, assim como em todo o país, a pesquisa teve questionários eletrônicos utilizados em tablets e contadores automáticos, feita com um aparelho que liga fios atravessando a rodovia para identificar a quantidade de tráfego de veículos e quais os modelos que passam no trecho da pesquisa.

O apoio da PRF, no caso de Barreiras, foi importante, onde diversos veículos que passavam na BR 242, em frente à delegacia 10/10, eram parados para pesquisa e preenchimento dos questionários. Outros passavam por uma fiação ligada a um aparelho via satélite que contavam a trafegabilidade, seja de veículos como motos, carros de passeio, caminhões e carretas.


Aparelho que contabiliza o tráfego na BR 242, onde o fio atravessa rodovia e os veículos ao passarem por cima são contados

Fonte:Reprter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades