Notícias

08
Jan/19

Populao se mobiliza para permanncia de oficial da Polcia Militar na cidade de Ibotirama

Moradores das cidades de Ibotirama, Paratinga, Muquém do São Francisco, Morpará e Brejolândia estão se mobilizando e colhendo assinaturas de um abaixo-assinados pela permanência na cidade de Ibotirama do Subcomandante da 28ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), o Tenente Anderson Luiz Soares Silva, pelos bons serviços prestados. O militar chegou em 1992, quando veio juntamente com seu pai José Martins Uchôa da Silva, funcionário público, que trabalhava na época na empresa estatal Banco BANEB.

Segundo relatos, o motivo para a saída do Subcomandante Tenente Soares, da cidade de Ibotirama é de cunho político, pois uma guarnição da Polícia Militar (PM), em uma blitz de rotina prendeu em flagrante, um vereador da situação, por posse de arma de fogo de uso restrito das policias brasileira. Por conta dessa situação, o subcomandante Tenente Soares, diante a prisão em flagrante determinou a condução do indivíduo para a delegacia Polícia Civil, onde foi realizado o registro da ocorrência e consequentemente ser instaurado o inquérito policial para apuração dos fatos.

O fato teve grande repercussão nacional, saindo em noticiários televisivos, jornais eletrônicos e redes sociais. Ressaltamos que o crime está previsto na Lei 13.497/2017, o qual teve a inclusão do crime de posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito no rol dos crimes hediondos. A partir desse episódio deu início a perseguição para retirada do militar do município.

Diante dos fatos mencionados a sociedade está se mobilizando pela permanência do Subcomandante Ten. Soares, na cidade de Ibotirama, mantendo assim a ordem, atuação imparcial da Polícia Militar.

Fonte:Reportagem de Jadiel Luiz/Blog do Sigivilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades