Blog do Sigi Vilares - 7 Anos


 
 

Notícias

08
Out/18

A opção antecipada por Bolsonaro turbina a Oposição em LEM. E vice-versa.



O Capitão conseguiu derrotar o candidato do PT, Fernando Haddad, por uma diferença significativa na Capital do Agronegócio, mais de 8.000 votos, conseguindo um total de 54,55%.

A vitória se torna mais significativa quando se analisa que Rui Costa fez uma campanha avassaladora, elegendo-se no primeiro turno, e contou com o apoio do Governo Municipal.

A história se resume quando se descobre que LEM foi o único município em todo o Nordeste no qual Bolsonaro venceu.

A vitória tem dois motivos principais: o apoio maciço dos ruralistas e a determinação das lideranças políticas locais, como Junior Marabá, vereadores Filipe Fernandes e Kenni Henke, além de outros integrantes que se integraram à campanha do Candidato do PSL de maneira antecipada e determinada.

Também tem relevância fundamental a votação recebida pelo candidato do DEM, Zé Ronaldo, que perdeu em LEM por um percentual pouco mais de 2%, obtendo 15.247 votos, ou 46,17% dos sufrágios válidos.

Outro que obteve votação expressiva em LEM, foi o candidato apoiado pelos Marabá, Paulo Câmara, que obteve nas urnas da cidade 2.455 votos que somaram aos 55.881 em toda Bahia, garantindo uma vaga na Assembleia Legislativa.


As eleições de 2020 passam necessariamente pelas eleições de 2018 e os augúrios desta são os mais positivos para a Oposição da cidade que mais cresce na Bahia.

Fonte: Jornal Expresso
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades