Blog do Sigi Vilares - 7 Anos
 

Notícias

20
Abr/17

Moradora reclama do descaso e mal atendimento na UPA

Uma internauta entrou em contato com a redação do Blog do Sigi Vilares para denunciar o descaso no atendimento realizado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

Segundo a denúncia, duas pacientes, sendo mãe e filha, deram entrada na unidade de saúde vítimas de atropelamento por volta das 11h30 da manhã, na Rua São Francisco.

A mãe estava bastante machucada, com um corte bem profundo acima do calcanhar, sentindo dores na cabeça e náuseas e a sua filha também estava sentindo dores e náuseas. A mãe chegou a ficar inconsciente e não se recordava o que havia acontecido.

Apesar do estado de saúde das vítimas, uma familiar ficou preocupada, pois até umas 17h, as duas permaneciam aguardando a realização de exames.

Na UPA tinham apenas colocado no soro e dado remédio para dor. Uma das vítimas estava no corredor, encolhida e gemendo de dor em uma cadeira em condições de higiene precárias, podendo pegar uma infecção.

Questionado sobre a necessidade de fazer um exame de raio x, o médico informou que não havia necessidade. Segundo relato, nem os ferimentos haviam sido limpados, pois havia terra nos mesmos. Disseram que ela teria que passar a noite lá, sentada, encolhida naquele corredor.

Ao ser questionado sobre a situação das pacientes, funcionários disseram que não tinham nada a fazer. Em tom de deboche uma pessoa da UPA, falou: “Se não estiver satisfeita que levasse elas para o Hospital do Oeste (HO), que aí sim eu ia ver o que é”.

Diante da situação, familiares pediram ajuda a uma pessoa conhecida para tirar as pacientes e levar para outra unidade de saúde para que pudesse ser realizado um atendimento digno.

Fonte: Blog do Sigi Vilares/Participação do Internauta/77 9-9810-9920
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades