Itapuan Cunha: "Barreiras, novo governo encontra casa destelhada"- Blog do Sigi Vilares

Notícias

  Curta nossa pagína
  Publicidades
07
Jan/17

Itapuan Cunha: "Barreiras, novo governo encontra casa destelhada"

Nos bastidores da nova administração municipal, já há indícios que as contas da administração anterior não conferem com o discurso de transmissão de cargo ao novo prefeito, quando o que saiu bradou aos quatro ventos que entregava uma casa enxuta, sem dívidas e com tudo arrumado.  
 
Nesta primeira semana da nova administração, foram constatados alguns absurdos, cometidos presumivelmente pelos antigos ocupantes do Paço municipal, com computadores sem memória, máquinas que desapareceram, aparelhos de ar-condicionado trocados, muitos dos carros com pneus carecas, arquivos desarrumados, falta de material de expediente e muitas e muitas anomalias, que configuram o equívoco do antigo alcaide, que garantiu uma posse transparente, possivelmente desconhecendo o vandalismo que alguns dos seus auxiliares diretos cometeram. Uma vergonha, pois.
 
Se observarmos as despesas com merenda escolar no mês de dezembro último, vamos notar que foi gasto R$ 646.667,36, (dados extraídos do Portal de Transparência da Prefeitura), já que a imprensa e a mídia local não deixaram de falar no período, que muitas escolas e creches deixaram até de funcionar, por falta da merenda. (sic)
 
A prefeitura também foi generosa no pagamento de sonorização e de banheiros químicos em eventos por ela patrocinados, como JEPOB, Campeonato de Futebol Rural e a Oeste Genética, neles gastando R$ 87.421,64, ((dados extraídos do Portal de Transparência da Prefeitura).
 
A despesa maior, todavia, só no mês de dezembro, foi com locação de veículos e máquinas, com o exorbitante gasto de R$ 745.091,44, (dados extraídos do Portal de Transparência da Prefeitura), pois havia no pátio, no dia da transmissão de cargo, nada menos do que 68 automóveis para uso da administração e uma despesa de tal monta, sem se falar que a Saúde e Ação Social também locam veículos e as despesas são lançadas por elas próprias, distintamente.
 
Nossa crítica é construtiva baseada em fatos reais e obtida na página da Transparência Pública do Município, pois os auxiliares imediatos do antigo prefeito não mediam consequências ao gastar o dinheiro público, de uma maneira insana e até certo ponto temerária, gastos que bem poderiam ter contribuído decisivamente para diversos melhoramentos em nossas ruas, por exemplo.
 
Fala-se, igualmente, que o novo gestor começará seu mandato tendo que administrar muitos problemas, o que certamente retardará a execução do seu planejamento. É imprescindível que a casa esteja devidamente arrumada. É condição “sine-qua-non”, que haja um clima propício à governabilidade e ao bom senso, também. 

Fonte: Itapuan Cunha Editor do Blog do Itapuan Analista poltico
()