Notícias

15
Jun/15

Labirintite, Tontura, Vertigem, Zumbido no Ouvido

Dr. Roberto Ramos da Costa explica que mal esse

Labirintite. Tem cura, sem remédio? -50 anos. Tontura, zumbido no ouvido, dor de cabeça, enjoo, vista embaça. Tratamento da labirintite. Sintomas, causas. Labirintite emocional. Labirintopatia, o que é?

Muitas pessoas (inclusive crianças), sofrem de sintomas de labirintite, como tontura, atordoamento, vertigem, zumbido, barulho ou dor no ouvido, diminuição da audição ou ele fica tampado, dor de cabeça, a luz incomoda, a vista embaça ou enjoo, muitas vezes, "durante anos", mas não sabem, que podem estar sendo originadas, devidos aos ligamentos e músculos, entre outros componentes da face que, por não estarem na posição de conforto, acabam comprimindo a artéria do labirinto, levando a uma redução, de seu volume sanguíneo, podendo ocasionar no paciente, diversos sintomas, relacionados ao labirinto; sintomas esses, que podem piorar, frente a situações de estresse ou ansiedade.

O que é Labirintite ou Labirintopatia? - “Labirintite” é um termo popular, usado geralmente para designar, problemas relacionados ao equilíbrio, entre outros problemas (como tontura, atordoamento, vertigem ou zumbidos, por exemplo). Na verdade, o termo correto, seria “labirintopatia” que significa, "problemas que afetam o labirinto" e não labirintite, cujo significado correto é inflamação do labirinto, que é uma manifestação bastante rara.

Sintomas como tonturas, vertigem, zumbido ou dor no ouvido (labirintite), ocorrem, não só devido ao labirinto, mas também, fora dele, podendo afetar o funcionamento, desse órgão.
Sintomas:

Sintomas de labirintite, dores de cabeça e outros sintomas, podem afetar bastante, o emocional, podendo prejudicar o trabalho ou estudo, por exemplo. Nos portadores, de tontura, vertigem ou zumbido no ouvido, chamados de labirintite, com essa causa, podemos ter, diversos outros sintomas, como:

Alterações visuais: Enxergar tudo rodando, ter dificuldade de fixar os olhos, em determinado ponto, possuir movimentos involuntários dos olhos, ter dificuldade de enxergar, com nitidez, vista embaçada, a vista escurece, ter diminuição do campo visual ou fotofobia (que é a dificuldade de enxergar, em ambientes claros - a luz acaba incomodando, o que faz que o paciente prefira ficar, em ambientes mais escuros ou usar óculos de sol) ou a pálpebra treme.

Alterações na percepção do movimento da cabeça e/ou do corpo: Dificuldade, de andar em linha reta, ao se levantar da cama ou da cadeira; podem sentir, sintomas de labirintites ao dirigir um carro, ao olhar para os lados ou para cima ou se agachar, para pegar alguma coisa, no chão. Em alguns casos, eles têm a impressão, que estão pisando em falso ou o como alguém estisse empurrando a cabeça dele, para os lados ao caminhar; Também, sentem problemas de instabilidade do corpo, ao ficar parado (movimento pendular) ou ter sensações de desmaio. Também, podem ocorrer enjoos (podendo levar a vômitos).

Problemas no ouvido como: Zumbidos, barulho ou dor no ouvido, o ouvido fica tampado, sensibilidade auditiva (o barulho incomoda) ou dificuldade de ouvir direito, certos sons (diminuição auditiva). Nos casos, em que os sintomas dos sintomas de labirintite aparecem, sem que o paciente esteja se movimentando, é chamado de vertigem.

Outros sintomas: Além dos sintomas de tontura, atordoamento, vertigem ou zumbido no ouvido (chamada de labirintite), dores reflexas, no ouvido; podemos ter, dores de cabeça, pressão na cabeça ou sensação de peso, ficar meio aéreo, dificuldade de se concentrar, em seus afazeres, dores na nuca, nos olhos, pescoço, ombro, costas, dores nos braços (ou dormência, nas pontas dos dedos), dores no peito (fazendo-nos pensar, em problemas cardíacos), sensação de aperto ou que alguma coisa está enroscada, na garganta, entre diversos outros tipos, de sintomas.


A posição incorreta, da coluna cervical e cabeça, podem causar, também, dores na nuca, dores ou estalos, no pescoço, ombros, peito e braços e formigamento, nas pontas dos dedos, entre outros sintomas.

Tratamento da labirintite e dos sintomas, relacionados: Segundo pesquisas recentes, o uso contínuo de certos medicamentos, para tratamento da labirintite, como tonturas, vertigens ou zumbidos, indicados para pessoas, acima de 40 anos, podem induzir sintomas, associados ao mal de Parkinson (Falso mal de Parkinson). Esse problema pode ocorrer, com medicamentos do tipo flunarizina e cinarizina. Quais são os nomes comerciais, da cinarizina e da flunarizina? Cinarizina: Cinageron, Antigeron, Stugeron, Coldrin, Cronogeron, Exit, Vessel, Sureptil e Verzum. Flunarizina: Flunarin, Fluvert, Vertizine D, Sibelium, Flumax e Vertix. Essas drogas, são potenciais bloqueadoras de dopamina, uma das principais causas do Mal de Parkinson.

Fonte: Disfunção da ATM – J.J. Barros

Contato: Spa da Coluna- Rua Jorge Amado 1901- Mimoso I – LEM-Ba. Fone: (77) 3628-3954. Agora atendendo em Barreiras na Clinica Santa Mônica- Rua São Luis – 38 Fone (77) 3611-6032 Agendar com Lita

Fonte:Blog do Sigi Vilares/Colunistas
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades