Notícias

23
Fev/24

Entrevista exclusiva revela o impacto social da Casa Mackthosh em Lus Eduardo Magalhes

fe89eb50-3f4b-4692-a7e9-3078ebf64503

0c1fc2da-0ae4-448d-904f-383e21615148

Na última entrevista concedida ao blog do Sigi Vilares e à Rádio Mundial FM através do repórter Weslei Santos, o maestro Marclemilton da Casa Mackthosh compartilhou detalhes emocionantes sobre o projeto que tem transformado vidas desde 2015 no Residencial Sol do Cerrado, em Luís Eduardo Magalhães.

A Casa Mackthosh, uma organização filantrópica não-governamental, tem como missão promover a inclusão social através da música, educação, artes, cultura, esportes e assistência social para crianças, adolescentes, jovens e adultos de baixa renda. Oferecendo desde palestras educativas até distribuição de cestas básicas, o projeto abrange uma gama diversificada de necessidades comunitárias.

e63603d9-e4e0-453d-b70d-9d6baa0916d3

Inicialmente concebido para evitar que jovens entrassem no mundo do crime e proporcionar-lhes um futuro promissor, o projeto expandiu-se para atender diversos bairros da cidade, incluindo Tropical Ville, Jardim das Acácias, Santa Cruz, Mimoso II e Mimoso III, além de sua sede no Sol do Cerrado. Mais de 600 crianças e 400 famílias são beneficiadas por essa iniciativa que vai muito além da música.

a775ccca-a900-400e-a8a6-8016cd2837e7

Um momento destacado foi a apresentação da orquestra do projeto para o então presidente Jair Bolsonaro durante sua visita à Bahia Farm Show durante o seu governo. Apesar do convite para se apresentar para o presidente Lula no ano passado, as manifestações durante o evento impediram a realização do espetáculo.

O maestro enfatizou que não há limite de idade para participar do projeto, proporcionando aos alunos a oportunidade de explorar seus talentos e sonhos, seja nas artes cênicas, televisão, cinema ou outras profissões. O projeto já revelou vários talentos, entre eles, uma atriz global.

a9bdc827-9264-4c1e-8093-8d39d90afd6b

Recentemente, a Casa Mackthosh enfrentou desafios financeiros que resultaram na perda de sua sede no Sol do Cerrado devido a atrasos no pagamento do aluguel. Neste momento crucial, o projeto busca apoio da comunidade e empresários locais para continuar seu trabalho transformador.

Aqueles que desejam contribuir ou se envolver com essa nobre causa podem entrar em contato através do número 77 998786118 e fazer a diferença na vida de centenas de famílias em Luís Eduardo Magalhães.

Fonte:Reportagem de Weslei Santos/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades