Notícias

12
Ago/13

Por melhorias, alunos do curso de engenharia civil tomam campus da UFBA em Barreiras


Os alunos do curso de engenharia da UFBA



Acadêmicos do curso de engenharia civil da Universidade Federal da Bahia (UFBA), fecharam na manhã desta segunda-feira, 12, todas as entradas do Campus Reitor Edgard Santos, em Barreiras.

Em entrevista ao Blog do Sigi Vilares, o líder e representante do movimento, Videnicio Reis Batista, falou das reivindicações dos alunos: "As principais reivindicações do movimento são as melhorias para o curso, como contratação de novos professores. Há disciplinas que ficam sem aulas devido à falta de professor e infra-estrutura que dê condições para formação de engenheiros civis, bem como laboratórios. O curso tem a carência ainda de sete laboratórios, hoje o campus só possue dois. Há matérias na grade do curso que são dadas apenas a teoria, ficando comprometida a prática. Precisamos também de melhorias no acervo didático”.


Que situação!


Os estudantes acampados dentro do campus

Vildenicio disse que o movimento foi encabeçado pelos acadêmicos do Curso de Engenharia Civil, mas que outros alunos de outros cursos também têm carências e provavelmente poderão aderir ao movimento que “não é contra a direção ou reitoria da UFBA, nem contra os professores, mas simplesmente uma reivindicação de soluções para o curso”.

A UFBA ficará sem aula por tempo indeterminado. O bloqueio só será liberado quando os acadêmicos tiverem uma resposta da reitoria após uma reunião ainda a ser agendada.

Enquanto isso, os integrantes do movimento estão acampados na sede do campus em barracas e colchões. Eles prometem ficar o tempo necessário até obterem respostas paras suas as reivindicações.


Os alunos prometem ficar acampados até terem uma resposta concreta de suas reivindicações


Videnicio Reis Batista, líder do movimento

Fonte:Reprter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades