Notícias

17
Nov/13

Mais um homicdio em Barreiras


A movimentação de policiais e de curiosos no local do crime


O rabecão em frente da casa onde o crime foi cometido


Perito fotografa o corpo de Edison


O corpo sendo removido para o IML




A marreta utilizada no crime


Maicon Julio confessou o crime ao delegado Francisco Carlos de Sá

O vendedor de CD´s, Maicon Julio Ferreira de Araújo, de 20 anos, foi preso em flagrante pela polícia militar, no final da manhã deste domingo, 17, após assassinar com golpes de marreta o colega Edison de Sousa Maia, de 38 anos, dentro de uma residência na Rua Camandarú, no bairro Morada Nova, em Barreiras.
 
Segundo informações do próprio autor do assassinato, em entrevista da ao Blog do Sigi Vilares, o qual confessou o crime, Edison foi morto pois estaria, segundo Julio, prometendo estuprar sua irmã.

Na manhã de hoje, Edison teria voltado a fazer a ameaça na casa de Maicon, onde bebiam desde a noite de ontem, 16.

Após o desentendimento, Maicon pegou uma marreta e golpeou Edison várias vezes, todas na cabeça. A vítima morreu no local.

A primeira polícia a chegar ao local e preservar a cena do crime, até a chegada da perícia, foi a CETO PELOPES do 10º BPM.

As polícias técnicas e civil fizeram a perícia no local do crime e encaminharam o corpo para o IML para ser necropsiado.

Maicon, que já tinha passagens pela polícia, contou a nossa reportagem que não está arrependido de ter matado o amigo.

O delegado que está à frente do caso, Dr. Francisco Carlos de Sá, disse que ele foi autuado por homicídio qualificado, art. 121, do Código Penal, por motivo torpe e poderá ir à juri popular.

Fonte:Reprter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades