Notícias

03
Jun/13

Trio preso em Barreiras acusado por receptao de carga roubada


Antenízio, Eloir e Wilmar. Fotos: Jadiel/Blog do Sigi Vilares


O caminhão Ford Cargo, com placa de Salvador/BA, com cerca de 14 toneladas de feijão, tomado de assalto no Rosário


S10 encontrada na casa de Wilmar


Também na casa de Wilmar, debaixo de um colchão, os policiais civis encontraram um revólver calibre 38 com seis munições intactas


Delegado Carlos Freitas, que comandou as prisões

Três homens acusados por receptação de carga de feijão roubada foram presos na manhã desta segunda-feira, 3, pela Polícia Civil de Barreiras.

Wilmar Alves Ribeiro, 47 anos, natural de Rio Verde (GO); Eloir Antonio Pigozzo, 55, natural de Erechim (RS) e Antenízio Bernardo dos Santos,  33, natural de Riachão das Neves (BA), foram detidos na rua das Turbinas, no bairro São Pedro.

O caminhão carregado de feijão foi tomado de assalto na madrugada de domingo, 2, na BR 020, nas proximidades do Posto Rosário, no município de Correntina, divisa entre os estados da Bahia e Goiás.

Com o trio foram encontrados o caminhão Ford Cargo, com placa de Salvador, com cerca de 14 toneladas de feijão, tomado de assalto na Vila Rosário.

Na residência de Wilmar Alves Ribeiro os investigadores encontraram uma caminhonete S-10, tomada de assalto em uma fazenda no município de Flores de Goiás (GO).  Debaixo de um colchão, os policiais encontraram um revólver calibre 38 com seis munições intactas.

De acordo com o delegado Carlos Freitas, da Polícia Civil de Barreiras, os três responderão pelo crime de receptação de carga roubada e posse ilegal de arma de fogo.

Ouvido pelo delegado, o motorista do caminhão, cuja identidade não foi revelada, disse ser difícil reconhecer se o trio preso fez parte do assalto, pois no momento do ataque os bandidos estavam encapuzados.

O caminhoneiro foi amarrado e amordaçado em uma árvore próxima da rodovia por onde conseguiu fugir e pedir socorro.

Wilmar e Eloir possuem passagens pela delegacia de Barreiras.  A ficha de Antenízio não havia ainda sido levantada.

Os três encontram-se presos na delegacia de Barreiras à disposição da justiça.

Fonte:Reprter Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades