Dr. Francisco Carlos de S revela quem o suspeito da morte do bombeiro Ademon- Blog do Sigi Vilares

Notícias

  Curta nossa pagína
  Publicidades
10
Jan/17

Dr. Francisco Carlos de S revela quem o suspeito da morte do bombeiro Ademon


Dr. Francisco Carlos de Sá: A polícia civil, juntamente com a PM, quer botar o assassino e seu comparsa na cadeia

A equipe de reportagem do Blog do Sigi Vilares esteve na manhã desta terça-feira, 10, com o delegado Francisco Carlos de Sá, responsável pela investigação da morte do bombeiro Ademon Gomes de Santana e da tentativa de homicídio de Josemar da Silva. Fato ocorrido na noite de ontem, 09, no bairro de Barreirinhas, em Barreiras.

O delegado, que esteve no local do crime, revelou que a motivação seria uma dívida de aproximadamente R$ 70 mil que Josemar tinha para receber de um homem identificado pelo nome de Orlando Bezzera.

Orlando teria marcado um local para o possível pagamento da dívida, quando nas imediações do posto de combustível, que fica ao lado do Parque de Exposições, Josemar, conhecido popularmente por “Mazinho”, que iria receber a dívida, foi surpreendido a tiros por Orlando e um comparsa.

Ferido, nas costas e em uma das pernas, Josemar saiu em fuga, juntamente com sua família, a bordo de seu veículo Fiat Uno. No entorno da Praça Sabino Dourado, ele perdeu o controle e colidiu contra um poste de energia elétrica.


Ademon Gomes de Santana, bombeiro militar, morto covardemente

Após o acidente, a esposa saiu do carro clamando por socorro. Nesse momento passava pelo local o bombeiro cabo Ademon que parou para ajudar, sem saber do que se tratava, sendo atingido de forma covarde pelo assassino que vinha logo atrás em perseguição ao carro de Mazinho.

Mazinho passa bem no Hospital do Oeste e não corre risco de morte. A polícia civil prossegue com a investigação, ouvindo testemunhas que serão peças chaves no desvendamento do caso e prisão do assassino e de seu comparsa, que por enquanto continua foragido. Mas, a prisão deles é questão de tempo. “Estamos imbuídos, juntamente com a polícia militar, em prender Orlando e seu comparsa. Esse crime não vai ficar impune”, disse o delegado Francisco Carlos de Sá.

Clique AQUI para rever a matéria relacionada a esse caso.

Fonte:Reportagem de Jadiel Luiz/Blog do Sigi Vilares
()