Notícias

13
Abr/15

Comea dia 4 de maio a campanha de vacinao contra a gripe em LEM

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe começa no dia 04 de maio e termina em 31 de maio

A Secretaria de Saúde de Luís Eduardo Magalhães, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, informa que a Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe (influenza) 2015 começa no dia 04 de maio e termina em 31 de maio.

Devem ser imunizados idosos com 60 anos ou mais, crianças menores de 05 anos, gestantes, mulheres que deram à luz nos últimos 45 dias, servidores da área da saúde e portadores de doenças crônicas mediante a apresentação de documento médico.

Neste período a vacinação estará disponível nas seguintes Unidades de Saúde: Oswaldo Cruz e Oscar Doerner no bairro Santa Cruz, Antônio Carlos Faedo e Nair Idite Poganski no Florais Lea, Mimoso I no bairro Mimoso I,  Luís Gustavo Rosa e Moacir Marchezan no Mimoso II, Jardim das Acácias no bairro Jardim das Acácias, Buriti na Vila Buriti e Sala de Imunização do Hospital e Maternidade Gileno de Sá. 

Dia D – O dia 9 de maio foi definido pelo Ministério da Saúde como o dia D (Dia de Mobilização Nacional). Nesta data o município estará com 10 pontos fixos para atendimento a população. Além das Unidades de Saúde, a Policlínica Municipal também realizará atendimento. Excepcionalmente neste dia também serão oferecidos nos pontos de atendimento a vacina contra o HPV para as meninas de 09 a 13 anos. 

Influenza – A influenza é uma infecção viral aguda que afeta o sistema respiratório. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém-contaminadas por secreções respiratórias podem levar o agente infeccioso direto à boca, aos olhos e ao nariz. Os sintomas, muitas vezes, são semelhantes aos do resfriado, que se caracterizam pelo comprometimento das vias aéreas superiores, com congestão nasal, tosse, rouquidão, febre variável, mal-estar, mialgia e cefaléia. A maioria das pessoas infectadas se recupera dentro de uma a duas semanas sem a necessidade de tratamento médico. No entanto, nas crianças muito pequenas, idosos e portadores de quadros clínicos especiais, a infecção pode levar a formas clinicamente graves, pneumonia e morte.

Fonte:Foto: Arquivo ASCOM 2014
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades