Notícias

27
Ago/14

Lus Eduardo Magalhes destaque nacional em aes de Incluso Social


O prefeito , recebeu em seu gabinete, a secretária de Meio Ambiente e Economia Solidária, Fernanda Aguiar e Jenny Pompe da SETRE que apresentou o relato do evento

O município de Luís Eduardo Magalhães foi destaque nacional no quesito inclusão social de catadores de material reciclável durante o Encontro Nacional Conhecimento e Tecnologia: Inclusão Socioeconômica de Catadores de Materiais Recicláveis, realizado entre os dias 20 e 22 de agosto em Brasília. O evento foi promovido pela Secretaria-Geral da Presidência da República, Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Universidade de Brasília (UNB).

 Luís Eduardo Magalhães foi representado pela Secretaria Estadual do Trabalho Emprego Reanda e Esporte (SETRE), que atua em projetos junto a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Economia Solidária (SEMA). “Luís Eduardo foi reconhecido nacionalmente por especialistas e órgãos federais. Nosso objetivo está sendo alcançado que é a promoção da qualidade de vida”, afirmou Jenny Pompe, da Superintendência de Economia Solidária da SETRE.

 Jenny Pompe, que também participou da inauguração do Centro de Triagem da Coleta Seletiva Solidária no mês de junho, avalia que o foco das atividades desenvolvidas em Luís Eduardo Magalhães é o desenvolvimento social. “Os trabalhadores foram retirados do lixão e agora passam a desenvolver atividades com retorno financeiro através da Associação”, observou, lembrando que o princípio do Centro de Triagem é a sustentabilidade.


No evento oconteceram debates, sessões temáticas, apresentação de artigos acadêmicos, relatos de experiências e ações relacionados à gestão de resíduos sólidos com inclusão de catadores

A coordenadora do Comitê Interministerial de Inclusão de Catadores, Daniela Metello, relatou que o maior ganho do evento foi a participação dos próprios catadores na discussão com estudiosos e pesquisadores da área. “O que a gente vê na prática é que as experiências que unem esses saberes são muito mais efetivas. O conhecimento gerado na universidade é muito valioso, mas tem que ser articulado com a prática dos catadores, porque são eles que entendem da vida”, destaca.

 O prefeito Humberto Santa Cruz, que assinou na manhã desta terça-feira, 26, contrato com a Associação de Materiais Reciclados de Luís Eduardo Magalhães, acredita que a partir de agora a sociedade passe a olhar para os catadores de maneira diferente. “É necessário mudanças nos hábitos, a responsabilidade do destino correto do lixo é de quem produz e de quem comprou o produto. Para a atingir a sustentabilidade do Centro Municipal de Triagem é fundamental que a população participe da coleta seletiva solidária” avaliou o prefeito.

Fonte:ASCOM, prefeitura de LEM
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades