Notícias

29
Nov/12

Mototaxista acusado de homicdio vai a jri popular

No final da noite do dia 11 de março, movido pelo ciúme, o mototaxista Carlito Antonio Carneiro, de 44 anos, assassinou Almeida Gonçalves de Souza, de 34 anos, com um tiro de espingarda calibre 12.

O tiro atingiu o pescoço de Almeida que estava dentro de uma caminhonete S10 no cruzamento da rua Serra Dourada com a avenida Enedino Alves da Paixão, no bairro Santa Cruz.

Pouco antes, Almeida havia deixado a mulher do mototaxista em casa. Acreditando que sua mulher o traia, Carlito acabou pegando sua espingarda atirando em Almeida.

Na ocasião, o mototaxista confessou o crime e revelou estar arrependido. “Eu me arrependo do que fiz, ainda mais por ter uma arma de fogo dentro de minha casa. Se eu não tivesse aquela arma eu não teria matado. Na hora eu perdi a cabeça. Depois é que a ficha cai. Tenho três filhos que ficarão sem pai por um bom tempo”, disse ele na época.

No próximo dia 13 de dezembro, Carlito vai a júri popular no Fórum da Comarca de LEM.

Fonte:Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades