Notícias

28
Nov/12

Mulher morta no ms passado pode ser enterrada como indigente


Sem identificação

A mulher encontrada morta na manhã do dia 21 de outubro, às margens da BR 242, após o setor industrial de LEM, continua sem identificação no IML do complexo policial de Barreiras e corre o risco de ser enterrada como indigente.

A polícia técnica recolheu as digitais da jovem para comparar com outras digitais de mulheres jovens desaparecidas no país, mas até o momento não obteve sucesso.

Relembre o caso
Na manhã do dia 21 de outubro, um domingo, a polícia militar localizou, após denúncia ao 190, o corpo da jovem que teria sido morta com cerca de três tiros de pistola 380.

De cor branca e magra, a jovem usava um terço no pulso esquerdo com uma imagem de nossa senhora e um colar com um desenho de uma menina no pescoço.

No local do crime a polícia militar encontrou uma fralda com uma chupeta, dando a entender que a mulher morta fosse mãe.
A polícia civil continua a investigação, porém sem muitas pistas.

Fonte:Blog do Sigi Vilares
()
  Curta nossa pagína
  Publicidades